terça-feira, 30 de junho de 2009

DIÁRIO 1


DIÁRIO N.º 01 DO ATL DE VERÃO DA ADC PONTA DO PARGO






Integrado nas comemorações do X Aniversário da A.D.C. Ponta do Pargo iniciou-se na manhã de hoje o ATL para as crianças e Jovens da Ponta do Pargo.
Com estas actividades queremos alcançar essencialmente dois objectivos: Fomentar a prática do Desporto nas crianças e o convívio entre todos os participantes.
Começamos o ATL da melhor maneira fazendo a levada desde o Pedregal até ao Cabo.
De salientar que para alguns foi a primeira vez que fizeram este percurso, enquanto que para outros foi a repetição desta caminhada onde a paisagem é deslumbrante e o contacto com a natureza é contínuo.
Na Próxima Quinta Feira consta do programa uma ida à praia da Calheta na parte da manhã. A parte da tarde está reservada para o passeio a São Vicente e Porto Moniz.

Então até Quinta Feira!!!!!!!!!!!!!!!!!


Ilídio Gonçalves

ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS - FREGUESIA DA PONTA DO PARGO


O Presidente da República anunciou no passado dia 27 de Junho a data das eleições autárquicas, estas realizam-se no próximo dia 11 de Outubro.

A grande curiosidade que 'anda pelo ar' na Ponta do Pargo é a seguinte questão '' Quem são os candidatos a presidencia da Junta de Freguesia ''.


Sempre que possível, o Ponta do Pargo News, irá acompanhar a campanha eleitoral dos diversos partidos à Junta de Freguesia da Ponta do Pargo.


Fica agora uma grande questão: ' Quem são os candidatos a presidencia da Junta de Freguesia da Ponta do Pargo e quais os partidos? '

Os nossos leitores podem e devem dar a vossa opinião acerca deste assunto

segunda-feira, 29 de junho de 2009

HOJE É O DIA DA FREGUESIA DA PONTA DO PARGO

A PONTA DO PARGO COMEMORA HOJE 449 ANOS.


1560 - 2009

ONDE HÁ CÃES ASSIM???? NA PONTA DO PARGO????

video

HOJE É DIA DE SÃO PEDRO - "DIA DA FREGUESIA DA PONTA DO PARGO"


Segundo a Bíblia, seu nome original não era Pedro, mas Simão. Nos livros dos Atos dos Apóstolos e na Segunda Epístola de Pedro, aparece ainda uma variante do seu nome original, Simeão. Cristo mudou seu nome para כיפא, Kepha, que em aramaico significa "pedra", "rocha", nome este que foi traduzido para o grego como Πέτρος, Petros, através da palavra πέτρα, petra, que também significa "pedra" ou "rocha", e posteriormente passou para o latim como Petrus, também através da palavra petra, de mesmo significado.

A mudança de seu nome por Jesus Cristo, bem como seu significado, ganham importância de acordo com Igreja Católica em Mt 16, 18, quando Jesus diz: "E eu te declaro: tu és Kepha e sobre esta kepha edificarei a minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão nunca contra ela." Jesus comparava comparava Simão à rocha.[4] Pedro foi o fundador, junto com São Paulo, da Igreja de Roma (a Santa Sé), sendo-lhe concedido o título de Príncipe dos Apóstolos e primeiro Papa (um tanto anacronicamente, visto que tal designação só começaria a ser usada cerca de dois séculos mais tarde – Pedro foi o primeiro Bispo de Roma); essa circunstância é importante, pois daí provém a primazia do Papa sobre toda a Igreja Católica.

Antes de se tornar um dos doze discípulos de Cristo, Simão era pescador. Teria nascido em Betsaida e morava em Cafarnaum. Era filho de um homem chamado João.

Segundo o relato no Evangelho de São Lucas,[5] Pedro teria conhecido Jesus quando este lhe pediu que utilizasse uma das suas barcas, de forma a poder pregar a uma multidão de gente que o queria ouvir. Pedro, que estava a lavar redes com São Tiago e João, seus sócios, concedeu-lhe o lugar na barca que foi afastada um pouco da margem.

No final da pregação, Jesus disse a Simão que fosse pescar de novo com as redes em águas mais profundas. Pedro disse-lhe que tentara em vão pescar durante toda a noite e nada conseguira mas, em atenção ao seu pedido, fá-lo-ia. O resultado foi uma pescaria de tal monta que as redes iam rebentando, sendo necessária a ajuda da barca dos seus dois sócios, que também quase se afundava puxando os peixes. Numa atitude de humildade e espanto Pedro prostou-se perante Jesus e disse para que se afastasse dele, já que é um pecador. Jesus encorajou-o, então, a segui-lo, dizendo que o tornará "pescador de homens".

Nos Evangelhos Sinóticos o nome de Pedro sempre encabeça a lista dos discípulos de Jesus, o que na interpretação da Igreja Católica Romana deixa transparecer um lugar de primazia sobre o Colégio Apostólico. Não se descarta que Pedro, assim como seu irmão André, antes de seguir Jesus, tenha sido discípulo de João Batista.

Outro dado interessante era a estreita amizade entre Pedro e João Evangelista, fato atestado em todos os evangelhos, como por exemplo, na Última Ceia, quando pergunta ao Mestre, através do Discípulo Amado, quem o haveria de trair ou quando ambos encontram o sepulcro de Cristo vazio no Domingo de Páscoa. Fato é que tal amizade perdurou até mesmo após a Ascensão de Jesus, como podemos constatar na cena da cura de um paralítico posto nas portas do Templo de Jerusalém.

Segundo a tradição defendida pela Igreja Católica Romana, o apóstolo Pedro, depois de ter exercido o episcopado em Antioquia, teria se tornado o primeiro Bispo de Roma. Segundo esta tradição, depois de solto da prisão em Jerusalém, o apóstolo teria viajado até Roma e aí permanecido até ser expulso com os judeus e cristãos pelo imperador Cláudio, época em que haveria voltado a Jerusalém para participar da reunião de apóstolos sobre os rituais judeus no chamado Concílio de Jerusalém. A Bíblia atesta que após esta reunião, Pedro ficou em Antioquia (como o seu companheiro de ministério, Paulo, afirma em sua carta aos gálatas. A tradição da Igreja Católica Romana afirma que depois de passar por várias cidades, Pedro haveria sido martirizado em Roma entre 64 e 67 d.C. Desde a Reforma, teólogos e historiadores protestantes afirmaram que Pedro não teria ido a Roma, esta tese foi defendida mais proeminentemente por Ferdinand Christian Baur da Escola Tübingen. Outros, como Heinrich Dressel, em 1872, declararam que Pedro teria sido enterrado em Alexandria, no Egito ou em Antioquia.[2] Hoje, porém os historiadores concordam que Pedro realmente viveu e morreu em Roma. O historiador luterano Adolf Harnack afirmou, que as teses anteriores foram tendenciosas e prejudicaram o estudo sobre a vida de São Pedro em Roma.[2] Sua vida continua sendo objeto de investigação, mas o seu túmulo está localizado na Basílica de São Pedro no Vaticano, o qual foi descoberto em 1950 após anos de meticulosa investigação.[3]

DANIEL POMBO MOSTRA CREDENCIAIS E VELOCIDADE


A principal característica do Down Hill Urbano é a velocidade, combinada com o desafio, perigo e emoção, num percurso totalmente citadino e com um declive descendente permanente. A prova iniciou-se junto à vereda do Caminho do Chão, passando pelo sítio do Lombinho. Seguiu depois para a Portada e continuou pela Serra d'Água, cruzando o bairro das Malvinas, com a meta situada junto ao cais do Seixal.
Entre os “ases das bokes” destaque para o madeirense Daniel Pombo, em representação do “Team Liberty Seguros/Specialized”, que deu espectáculo e fez o melhor “crono”. Daniel seria o vencedor à geral, ao realizar o melhor tempo, em 2:08 minutos, na 1.ª vez que se realizou uma prova deste cariz naquela localidade do Norte da ilha.
Com mais cinco segundos (2m13s) ficou o 2.º classificado, Rui Sousa (BTT Madeira) e a fechar o pódio, outro bêtetista do mesmo clube, Fábio Alves (2m16s), num trio que pertence ao escalão de Elites. Próximo ficou o 1.º Cadete no Porto Moniz, Patrick Talas, ainda do BTT Madeira, com 2m17s, e a encerrar o “top-5” José Silva (Valour FC/Rosário), com 2m18s, ou seja a 10 segundos exactos de Daniel Pombo.
Seguiu-se à geral o 1.º Júnior (6.º), Tiago Luís (Ludens Clube de Machico/Mzbike) com 2m20s, num “top-10” composto por: 7.º Fábio Ferreira (Elite, Ciclomadeira) 2m21s; 8.º Nicholas Sousa (Elite, Ciclomadeira) 2m22s; 9.º José Mendes (2.º Júnior, Valour FC/Rosário) 2m23s; e 10.º Pedro Freitas (2.º Cadete, Boleo Carvalheiro) 2m25s. Marco Antunes (Ciclomadeira) foi o melhor Veterano A, na 13.ª posição (2m28s), secundado por Marco Abreu (também do Ciclomadeira, em 16.º (2m32s). Nos Veteranos B, o mais rápido seria José Pestana (Ciclomadeira) em 17.º (2m33s), à frente de Paulo Sousa (igualmente do Ciclomadeira) em 23.º (2m39s). Em termos de Promoção, os três mais velozes foram: Filipe Caldeira (2m32s), Hugo Silva (2m33s) e Henrique Veldhoen (2m34s).
Em suma, muito equilíbrio, emoção, competição, adrenalina e público marcaram a prova do Porto Moniz, no arranque da época 2009 do Down Hill Urbano na Madeira.

Fonte: Diário da Calheta

domingo, 28 de junho de 2009

SUGESTÃO DADA POR GILBERTO GARRIDO

Caro Senhor Secretário Engenheiro Santos Costa

Queria sugerir que uma réplica da antiga ponte do Ribeiro do Alcaide, (ver a foto em anexo), entre a Fajã da Ovelha e a Ponta do Pargo, fosse colocada na rotunda a ser construída no local.

Muitas das novas rotundas construídas recentemente são um pouco atípicas, muito iguais entre si.

Com a colocação dessa réplica, recordava-se a velha ponte e dava-se uma imagem própria à dita rotunda.

Receba os nossos melhores cumprimentos

Gilberto Garrido


E-mail enviado por Gilberto Garrido ao Eng. Santos Costa, Secretário Regional do Equipamento Social

sexta-feira, 26 de junho de 2009

ACTIVIDADES DE VERÃO NA PONTA DO PARGO - X ANIVERSÁRIO DA ADC PONTA DO PARGO

A Associação Desportiva e Cultural da Ponta do Pargo, a Junta de Freguesia, a Casa do Povo e a Escola Básica do Salão com o apoio da Câmara Municipal da Calheta irão organizar actividades de tempos livres do dia 29 de Junho até ao dia 31 de Julho.

As inscrições serão gratuitas para todos os interessados.

Das actividades constam 5 passeios nos seguintes dias:

· 2 de Julho – Praia da Calheta - S. Vicente – Porto Moniz – Ponta do Pargo;

· 7 de Julho – Piscinas Porto Moniz – Santana (parque temático) – Ponta do Pargo;

· 14 de Julho – Campo de Golfe do Santo da Serra – Ponta do Pargo;

· 22 de Julho – Fonte do Bispo – praia da Calheta – Ponta do Pargo;

· 29 de Julho – Passeio a combinar;

As outras actividades que serão dinamizadas serão as seguintes:

  • Badminton
  • Karaté
  • Ténis de Mesa
  • Passeios a pé
  • Danças
  • Malabarismos
  • Jogo do Pião
  • Jogo da Cabra Cega
  • Jogo do Lenço
  • Jogo das Pedrinhas
  • Visita a diversos museus nomeadamente Francisco Franco
  • Iniciação à Internet
  • Patins em linha
  • Como fazer palmitos
  • Como fazer joeiras
  • Como fazer carros de Canas
  • Outras

quinta-feira, 25 de junho de 2009

ADC Ponta do Pargo visita a Escola Prof Francisco Barreto


Como forma de agradecer todo o apoio sempre recebido pela Escola Professor Francisco Barreto a ADC Ponta do Pargo visitou hoje, pela tarde, as turmas do 1.º Ciclo oferecendo a todos aos alunos peças de roupa nova, à semelhança do que já tinha feito na Escola Básica do Salão, na Ponta do Pargo.
Recorda-se que a ADC Ponta do Pargo realizou muitos jogos no Ginásio da Escola da Raposeira enquanto o Ginásio do Centro Cívio não esteve funcional.
Adiante-se ainda que a ADC Ponta do Pargo tem várias mesas de Ténis de Mesa na Escola e que prentende continuar, no próximo ano a desenvolver actividades com os alunos da Raposeira, nesta modalidade e noutras praticadas no Clube.

Pêro da Ponta do Pargo: Que futuro?

Cultivo
Tratamento
Venda
Apanha e transporte
Acomodação
Comercialização
Garantia de preço mínimo e incentivos aos agricultores
Festa do Pêro
Venda para fazer Sidra nos Prazeres

Cultivo

O cultivo do pêro neste momento, como no passado, quase que pode ser considerado de biológico.
Tenho a impressão, embora reconheço poder estar errado, que os agricultores não dão “toda” a atenção durante o ano à árvore e à fruta.
Nasce quase que naturalmente no fundo ou cabeceiras dos “aposentos”, tendo ainda a vantagem de proteger as plantações dos ventos de Inverno.
Tratamento
Como referi atrás os peros não levam grandes tratamentos. O baixo preço de comercialização não motiva aos agricultores a investir tempo e tratamento nas árvores.
Venda
Há pouco tempo os peros rajados, como as cenouras, as cebolas eram comprados na terra em Dezembro, Janeiro pelos comerciantes, intermediários, muitos do Estreito de Câmara de Lobos. Davam algum dinheiro de sinal, pagando o restante na altura da colheita, e a “novidade”, muitas vezes ficava entregue à sua “sorte”. Acrescente-se que o preço de comercialização, vendido a “olho”, pouco tinha a ver com o preço que recebia o agricultor
Apanha e transporte
Os peros, quando começavam a luzir, eram varejados e transportados em cestos ou em caixas e despejados para as carroçarias das furgonetas ou “meios carros” e trazidos para a “Cidade”. A fruta sofre muito neste processo, logo, é normal ser colocado à venda com manchas e geralmente se degradar com rapidez. Naturalmente que condenados todo este processo de apanha e transporte da fruta. Achamos que quem de direito, devia motivar estes comerciantes ás boas práticas nesta tarefa.
Lamentamos também que, algumas vezes estes comerciantes, depois de considerarem satisfatórios os lucros da comercialização, abandonem muita fruta nas árvores, especialmente quando, por aumento de oferta, o preço da fruta baixa um pouco.
Acomodação
Não tenho ideia de ver o pêro da Ponta do Pargo ser separado pelo tamanho antes de ser colocado à venda. Costuma ir à “balda”, logo a sua duração tem que ser reduzida. É pena que assim seja. Urge intervir para que este comportamento não se perpetue e repita.

Comercialização
Não é normal encontrar peros da Ponta do Pargo nos supermercados. Aparecem nos Mercado do Funchal e pouco mais. Na altura alta da produção é vulgar encontrar alguns produtores na Ponta do Pargo, sítios do Amparo e Lombo, e na Fajã da Ovelha a vender o seu produto.
A Festa do Pêro e também o momento de ouro para a sua comercialização nas Barracas feitas na dita Festa.
De referir que o preço praticado nos Mercados não tem nada a ver com o valor pago aos comerciantes.
Garantia de preço mínimo e incentivos para os agricultores
Achámos que para o agricultor dar mais atenção à sua produção de fruta devia haver a garantia de um preço mínimo, de modo que à partida, este tivesse a certeza que valia a pena dar atenção à fruta.
Achámos ainda que os serviços do GR têm que fazer os agricultores acreditarem, mostrando os bons exemplos existentes na freguesia e não só, que é possível ser compensado economicamente atrás da dedicação a esta fruta tão emblemática da freguesia.
Os agricultores, agora que têm acesso aos Mercados Abastecedores deveriam mudar os seus hábitos e serem incentivados a introduzir a sua fruta neste processo de comercialização que só lhes facilitaria a vida e certamente seriam mais compensados.
Festa do Pêro
A Festa do Pêro é o momento de ouro para a comercialização do pêro e das verduras da freguesia da Ponta do Pargo e também da Fajã da Ovelha.
A data da Festa tem que ter em atenção a maduração da fruta, situação que, por razões de agenda, nem sempre acontece. Julgámos também ser importante não marcar a Festa para o mesmo dia da Festa do Caniçal.
Venda da fruta para fazer Sidra nos Prazeres
É muito positiva esta nova possibilidade que a Quinta Pedagógica oferece aos nossos agricultores.
De qualquer modo, gostaria de sugerir o seguinte:
· A fruta só devia ser recolhida depois da Festa do Pêro, dando a possibilidade aos agricultores de conseguirem um melhor proveito económico, vendendo os peros na Festa e
· A fruta devia ser apanhada a mão e separada pelo tamanho.
A mim fez-me muita impressão ver os peros grandes misturados com os pequenos em sacas amontoadas à beira do lagar. Achámos que os peros grandes devem ser comprados a melhor preço aos agricultores e vendidos para os Supermercados, os peros mais pequenos vendidos mais baratos e usados, esses sim, para fazer Sidra.

MOMENTO HUMORÍSTICO COM OS '4LITRO'



Este vídeo é da responsabilidade dos próprios intervenientes!!!

quarta-feira, 24 de junho de 2009

HOJE É DIA DE SÃO JOÃO

João nasceu numa pequena aldeia chamada Aim Karim, a cerca de seis quilômetros lineares de distância a oeste de Jerusalém.[carece de fontes?] Segundo interpretações do Evangelho de Lucas, era um nazireu de nascimento. Outros documentos defendem que pertencia à facção nazarita da Palestina, integrando-a na puberdade, era considerado, por muitos, um homem consagrado. De acordo com a cronologia neste artigo, João teria nascido no ano 7 a.C.; os historiadores religiosos tendem a aproximar esta data do ano 1º, apontando-a para 2 a.C..
Como era prática ritual entre os judeus, o seu pai Zacarias teria procedido à cerimónia da circuncisão, ao oitavo dia de vida do menino. A sua educação foi grandemente influenciada pelas acções religiosas e pela vida no templo, uma vez que o seu pai era um sacerdote e a sua mãe pertencia a uma sociedade chamada "as filhas de Araão", as quais cumpriam com determinados procedimentos importantes na sociedade religiosa da altura.
Aos 6 anos de idade, de acordo com a educação sistemática judaica, todos os meninos deveriam iniciar a sua aprendizagem "escolar". Em Judá não existia uma escola, pelo que terá sido o seu pai e a sua mãe a ensiná-lo a ler e a escrever, e a instruí-lo nas actividades regulares.
Aos 14 anos há uma mudança no ensino. Os meninos, graduados nas escolas da sinagoga, iniciam um novo ciclo na sua educação. Como não existia uma escola em Judá, os seus pais terão decidido levar João a Engedi (atual Qumram) com o fito de este ser iniciado na educação nazarita.
João terá efectuado os votos de nazarita que incluíam abster-se de bebidas intoxicantes, o deixar o cabelo crescer, e o não tocar nos mortos. As ofertas que faziam parte do ritual foram entregues em frente ao templo de Jerusalém como caracterizava o ritual.
Engedi era a sede ao sul da irmandade nazarita, situava-se perto do Mar Morto e era liderada por um homem, reconhecido, de nome Ebner.

[editar] Morte dos pais e início da vida adulta
O pai de João, Zacarias, terá morrido no ano 12 d.C.. João teria 18-19 anos de idade, e terá sido um esforço manter o seu voto de não tocar nos mortos. Com a morte do seu pai, Isabel ficaria dependente de João para o seu sustento. Era normal ser o filho mais velho a sustentar a família com a morte do pai. João seria filho único. Para se poder manter próximo de Engedi e ajudar a sua mãe, eles terão se mudado, de Judá para Hebrom (o deserto da Judeia). Ali João terá iniciado uma vida de pastor, juntando-se às dezenas de grupos ascetas que deambulavam por aquela região, e que se juntavam amigavelmente e conviviam com os nazaritas de Engedi.
Isabel terá morrido no ano 22 d.C. e foi sepultada em Hebrom. João ofereceu todos os seus bens de família à irmandade nazarita e aliviou-se de todas as responsabilidades sociais, iniciando a sua preparação para aquele que se tornou um “objectivo de vida” - pregar aos gentios e admoestar os judeus, anunciando a proximidade de um “Messias” que estabeleceria o “Reino do Céu”.
De acordo com um médico da Antioquia, que residia em Písia, de nome Lucas, João terá iniciado o seu trabalho de pregador no 15º ano do reinado de Tibério. Lucas foi um discípulo de Paulo, e morreu em 90. A sua herança escrita, narrada no "Evangelho segundo São Lucas" e "Actos dos Apóstolos" foram compiladas em acordo com os seus apontamentos dos conhecimentos de Paulo e de algumas testemunhas que ele considerou. Este 15º ano do reinado de Tibério César terá marcado, então, o início da pregação pública de João e a sua angariação de discípulos por toda a Judeia em acordo com o Novo Testamento.
Esta data choca com os acontecimentos cronológicos. O ano 15 do reinado de Tibério ocorreu no ano 29 d.C.. Nesta data, quer João Baptista, quer Jesus teriam provavelmente 36 a 37 anos de idade.
Duas possibilidades surgem:
Lucas errou na datação dos acontecimentos;
A história falha na colocação sequencial dos eventos.

Meninos da Ponta do Pargo em destaque no Basquetebol Regional







sábado, 20 de junho de 2009

Mais uma vez a ADC Ponta do Pargo leva o nome da Calheta-Madeira à Europa.



Mais uma vez a ADC Ponta do Pargo leva o nome da Calheta-Madeira à Europa.

Deve ser caso único, uma equipa de rapazes e uma equipa de raparigas ao mais alto nível na Europa

A Ponta do Pargo irá levar o nome da Madeira por esse grande Continente fora no fim de semana 28-29 e 30 de Agosto.

CAMPEONATO NACIONAL DE TÉNIS DE MESA - CALENDÁRIO

CAMPEONATO NACIONAL EQUIPAS



SENIORES FEMININOS

1ª JornadaSábado 26-09-2009
1 - 4A.D.C. PONTA DO PARGOGD ESTREITO
2ª Jornada
1 - 4
3ª JornadaSábado 10-10-2009
2 - 1A.C.D. SÃO JOÃOA.D.C. PONTA DO PARGO
4ª JornadaSábado 24-10-2009
1 - 3A.D.C. PONTA DO PARGOC.D. GARACHICO
5ª JornadaDomingo 25-10-2009
6ª JornadaSábado 07-11-2009
7ª JornadaSábado 21-11-2009
1 - 5A.D.C. PONTA DO PARGOG.D. ESTREITO
8ª JornadaSábado 28-11-2009
6 - 1C.S.D. CÂMARA LOBOSA.D.C. PONTA DO PARGO
9ª JornadaSábado 05-12-2009
1 - 7A.D.C. PONTA DO PARGOA.C.M. MADEIRA
2ª VOLTA
10ª JornadaSábado 09-01-2010
4 - 1C.T.M. MIRANDELAA.D.C. PONTA DO PARGO
11ª JornadaDomingo 10-01-2010
4 - 1ALA A.D.C. PONTA DO PARGO
12ª JornadaSábado 16-01-2010
1 - 2A.D.C. PONTA DO PARGOA.C.D. SÃO JOÃO
13ª JornadaDomingo 17-01-2010
14ª JornadaSábado 23-01-2010
3 - 1C.D. GARACHICOA.D.C. PONTA DO PARGO
15ª JornadaSábado 06-02-2010
16ª JornadaSábado 20-02-2010
5 - 1G.D. ESTREITOA.D.C. PONTA DO PARGO
17ª JornadaSábado 27-02-2010
1 - 6A.D.C. PONTA DO PARGOC.S.D. CÂMARA LOBOS
18ª JornadaSábado 20-03-2010
7 - 1A.C.M. MADEIRAA.D.C. PONTA DO PARGO

SENIORES MASCULINOS

1ª JornadaSábado 26-09-2009
1 - 10GRUPO DESP. C. S. do JUNCALASSOC. D. C. PONTA do PARGO
2ª JornadaSábado 10-10-2009
10 - 6ASSOC. D. C. PONTA do PARGOSPORTING CLUBE PORTO SANTO
3ª JornadaDomingo 11-10-2009
10 - 8ASSOC. D. C. PONTA do PARGOCASA POVO da OLIVEIRINHA
4ª JornadaSábado 24-10-2009
2 - 10ASSOCIAÇÃO REC. NOVELENSEASSOC. D. C. PONTA do PARGO
5ª JornadaSábado 07-11-2009
10 - 7ASSOC. D. C. PONTA do PARGOGRUPO DESP. S. R. dos TOLEDOS
6ª JornadaSábado 14-11-2009
3 - 10CLUBE DESPORTIVO SÃO ROQUEASSOC. D. C. PONTA do PARGO
7ª JornadaDomingo 15-11-2009
8ª JornadaSábado 21-11-2009
9ª JornadaSábado 28-11-2009
4 - 10ASSOCIAÇÃO C. M. - MADEIRAASSOC. D. C. PONTA do PARGO
10ª JornadaDomingo 29-11-2009
10 - 5ASSOC. D. C. PONTA do PARGOSPORTING CLUBE PORTUGAL
11ª JornadaSábado 05-12-2009
9 - 10CLUBE DESPORTIVO 1º de MAIOASSOC. D. C. PONTA do PARGO
12ª JornadaSábado 12-12-2009
2ª VOLTA
13ª JornadaSábado 09-01-2010
10 - 1ASSOC. D. C. PONTA do PARGOGRUPO DESP. C. S. do JUNCAL
14ª JornadaDomingo 10-01-2010
10 - 2ASSOC. D. C. PONTA do PARGOASSOCIAÇÃO REC. NOVELENSE
15ª JornadaSábado 16-01-2010
6 - 10SPORTING CLUBE PORTO SANTOASSOC. D. C. PONTA do PARGO
16ª JornadaSábado 23-01-2010
17ª JornadaSábado 06-02-2010
7 - 10GRUPO DESP. S. R. dos TOLEDOSASSOC. D. C. PONTA do PARGO
18ª JornadaDomingo 07-02-2010
19ª JornadaSábado 13-02-2010
10 - 3ASSOC. D. C. PONTA do PARGOCLUBE DESPORTIVO SÃO ROQUE
20ª JornadaSábado 20-02-2010
8 - 10CASA POVO da OLIVEIRINHAASSOC. D. C. PONTA do PARGO
21ª JornadaSábado 27-02-2010
10 - 4ASSOC. D. C. PONTA do PARGOASSOCIAÇÃO C. M. - MADEIRA
22ª JornadaSábado 20-03-2010
10 - 9ASSOC. D. C. PONTA do PARGOCLUBE DESPORTIVO 1º de MAIO
23ª JornadaSábado 27-03-2010
5 - 10SPORTING CLUBE PORTUGALASSOC. D. C. PONTA do PARGO